segunda-feira, 19 de outubro de 2009


O escritor é um pouco Pigmalião: está ao encalço de sua Galatéia[1].

[1] Alusão à Mitologia greco-romana e, também, à peça teatral de George Bernard Shaw intitulada Pigmalião: nela, o protagonista conhece uma florista e, à força de reformá-la a partir de uma imersão no mundo da linguagem, acaba por se encantar com a própria invenção. Mas, ao contrário do mito, eles não ficam juntos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário