quinta-feira, 1 de agosto de 2013

O que acontece com a individualidade de analista e paciente em uma teoria do campo?, Antonino Ferro



O que acontece com a individualidade de analista e paciente em uma teoria do campo?


Analista e paciente são dois lugares do campo que vivem no próprio campo, entre momentos de emergência da subjetividade (como adquirir uma forma de duas montanhas: uma espécie de orogênese que se refere à subjetividade) e momentos de fluidificação, de dissolução desta subjetividade. Este momento é perpétuo e está em constante oscilação (p. 46).  
FERRO, Antonino. Evitar as emoções, viver as emoções. Tradução Marta Petricciani. Porto Alegre: Artmed, 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário